Primeiras páginas de hoje

Primeiras páginas de hoje

4 janeiro 2012
Presseurop
Rzeczpospolita, Jurnalul Naţional, El Periódico de Catalunya & 4 outros
  • Reino Unido

    Finalmente, fez-se justiça

    Ao fim de 18 anos, os dois assassinos de Stephen Lawrence, um jovem de origem jamaicana apunhalado até à morte em Londres, em 1993, foram considerados culpados. Este caso veio revelar o racismo existente no seio da polícia e deu azo a uma reforma da justiça penal.

    Artigo original – The Times en
    The Times Londres
  • Alemanha

    Draghi reorganiza a cimeira do BCE

    O diretor do Banco Central Europeu nomeou o belga Peter Praet para o cargo de economista responsável do BCE, em detrimento do candidato apoiado por Angela Merkel.

    Artigo original – Handelsblatt de
    Handelsblatt Dusseldorf
  • República Checa

    Escritor com E maiúsculo

    Josef Škvorecký, escritor e editor, morreu em Toronto, de cancro, aos 87 anos. Fundou com a sua mulher, em 1971, a Sixty-Eight Publishers, editora que publicou a maior parte dos romancistas checoslovacos proibidos pelo regime comunista.

    Artigo original – Mladá Fronta DNES cs
    Mladá Fronta DNES Praga
  • Áustria

    O Homem do ano

    O antigo primeiro-ministro grego, Georges Papandreu, é “o rosto da crise”.

    Artigo original – Profil (allemand)
    Profil Viena
  • Espanha

    Desemprego atinge máximos e confirma recessão

    Em 2011, o número de desempregados à procura de emprego atingiu o recorde de 4 milhões e 422 mil, uma percentagem 7,8 pontos superior à de 2010.

    Artigo original – El Periódico de Catalunya es
    El Periódico de Catalunya Barcelona
  • Polónia

    Colheita mortal nas autoestradas

    O aumento do limite de velocidade nas autoestradas (de 130 para 140km/h, recorde na Europa) e nas vias rápidas (de 110 para 120 km/h) traduziu-se num aumento de 11% do número de vítimas nas estradas polacas. Morreram 4414 pessoas em 2011.

    Artigo original – Rzeczpospolita pl
    Rzeczpospolita Varsóvia
  • Roménia

    Controlem o silicone! Perigo de explosão

    A seguir a França, ao Reino Unido e à República Checa, a toxicidade das próteses mamárias produzidas pela firma PIP foi questionada na Roménia, onde onde várias centenas de mulheres foram afetadas.

    Artigo original – Jurnalul Naţional ro
    Jurnalul Naţional Bucareste