Política Justiça

Alemanha: A islamofobia não passará

12 novembro 2009
Presseurop
Die Tageszeitung

Die Tageszeitung, 12 Novembro de 2009

A 11 de Novembro, o tribunal de Dresden condenou Alex Wiens a prisão perpétua pelo assassinato de Marwa El Sherbini, em Julho, depois de ter sido condenado por insultos de natureza racial dirigidos a esta egípcia de 31 anos. Alex Wiens, alemão de origem russa de 29 anos, apunhalou a vítima em plena sala de audiências e atribuiu o seu gesto ao ódio que tem aos muçulmanos. O Tribunal condenou-o com "uma sentença justa e deixou igualmente uma mensagem clara", considera o Tageszeitung: "A hostilidade assassina em relação aos muçulmanos não é tolerada no nosso país." Chocada com esta morte, a reputação da Alemanha aos olhos dos muçulmanos alemães e do mundo árabe ficou restaurada, afirma o TAZ, mesmo que um debate nacional sobre islamofobia continue por fazer.